segunda-feira, 18 de junho de 2018

Minha vida escolar.

Há 20 anos atrás eu estudei em uma escola regular e a minha experiência foi boa, porém eu tive alguns contratempos. Porquê naquele tempo não tinha esse negócio de “inclusão”; nem se falava disso. 
Depois da AACD que eu fiz da 1ª até 4ª série, a diretora escolar da AACD falou que eu estava pronta para frenquentar uma escola regular, mas naquela época era muito difícil uma escola regular aceitar uma pessoa com deficiência e cadeirante porque não existia a tal da “inclusão”. Foi muito difícil achar uma escola regular para mim. Pois achamos. Uma escola estadual com dois lances de escada.  No entanto, por outro lado foi uma escola experiência muito boa, porque eu aprendi a conviver com crianças da minha idade sem deficiência; eu só convivia com crianças com deficiências.
Eu não tinha nenhum material escolar adaptado disponível, eu tinha que me virar com a minha realidade da época, porém não existia nenhum tipo de material adaptado.
Eu tive muita sorte, porque tinha professores que tinha paciência comigo e também tive colegas de sala que me ajudaram muito no aspecto de copiar as matérias; elas copiavam no papel carbono e depois eu ia para casa transferia tudo para o computador.
Eu terminei o ensino médio e fiz um ano de faculdade de pedagogia. 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Em busca da minha verdade...

Eu tranquei a faculdade de pedagogia, pois não era o que eu queria fazer!

Eu quero muito fazer, um dia, jornalismo, porque eu gosto muito de escrever.

E, além disso, eu quero muito fazer palestra sobre Paralisia Cerebral que é a minha deficiência.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Sensação de impotência perante algumas situações.

A maioria das vezes que surge uma situação meio complicada, eu me sinto impotente. Não sei o que fazer, fico perdida.
Eu tenho a sensação de impotência quando eu vejo que nada possa fazer. O que fazer em uma situação dessa...? 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

2016 à 2017...

2016 foi um ano de muitas experiências novas. Entrei numa faculdade, era "tudo" eu queria; e lá, vi um mundo completamente diferente, novo e desconhecido para mim. Eu sabia que não era fácil, mas seguir em frente. Fiz o primeiro semestre no meio dele, eu fui hospitalizada por causa de uma pneumonia severa. Pois eu saí dessa. Estava tudo bem na faculdade, porém era muita coisa para estudar e fazer. Foi aí que me dei conta que eu tinha/tenho limitações e muitas.
Já no ano de 2017, no 3º semestre, vem a decisão de parar, eu sabia que aquilo não era para mim. O fracasso veio. Portanto estava certa sobre a minha decisão.
Eu, na verdade, me decepcionei muito comigo mesmo. Pensei que eu era capaz, mas vi o quão é difícil. é fazer uma faculdade. É muita informação, conteúdo...
O mais importante é ser feliz com você mesmo. 

sábado, 26 de outubro de 2013

#TeletonBrasil2013 #Teleton2013 #EuNoTeleton #FelizTeleton.

TELETON 2013 - AACD - 25/10/2013 e 26 de OUTUBRO de 2013.

Participe do TELETON e entre para a história das crianças da AACD.
VOCÊ JÁ PODE DOAR:
0500 12345 05 para doar R$5
0500 12345 10 para doar R$10
 0500 12345 16 para doar R$16
0800 771 7878 ou teleton.org.br para outros valores

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

TELETON 2013. VEM AÍ!


TELETON 2013 - AACD
 
25 e 26 de OUTUBRO de 2013.
 
Participe do TELETON e entre para a história das crianças da AACD.
VOCÊ JÁ PODE DOAR:
 
0500 12345 05 para doar R$5
 
0500 12345 10 para doar R$10
 
0500 12345 16 para doar R$16
 
0800 771 7878 ou teleton.org.br para outros valores
 
Sobre o Teleton
 
O Teleton é uma plataforma internacional de captação de recursos destinada às pessoas com deficiência física. Realizado no Brasil pela AACD, em parceria com o SBT, este ano o programa completa 16 anos de transmissão. O objetivo é sensibilizar a população em prol da causa da deficiência física no país, arrecadar recursos para o tratamento e reabilitação dos pacientes da instituição, investir na ampliação do Hospital da AACD (Unidade Abreu Sodré), aumentar o número de atendimentos e realizar a manutenção das unidades já existentes.